Notícias

Direito na Mídia – 13/02/2017

Os destaques jurídicos no noticiário do dia
Lava Jato
O ESTADO DE S. PAULO destaca reportagem mostrando que, numa ação inédita, 72% dos participantes de uma assembleia realizada pela Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal decidiram encaminhar hoje ao presidente Michel Temer “um pedido de substituição do diretor-geral da corporação, Leandro Daiello”. Na visão desses delegados, a saída de delegados que integravam a Lava Jato é responsabilidade do diretor-geral, citando “esgotamento físico, mental e emocional”. Citando a saída recente do delegado Márcio Adriano Anselmo, o jornal lembra que ele já é o quinto a deixar a Lava Jato desde o início da operação. 
Ministério da Justiça
FOLHA DE S.PAULO traz reportagem sobre o deputado federal Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), cotado para assumir o Ministério da Justiça, como indicado da bancada peemedebista da Câmara. O jornal lembra que ele atuou na defesa de dirigentes do Banco Rural no processo do mensalão, e que “já criticou o poder de investigação do Ministério Público”. No Painel, da FOLHA, a informação é de que o presidente Michel Temer telefonou na sexta-feira para Antonio Cláudio Mariz de Oliveira e “disse que não indicará seu nome para o cargo de ministro da Justiça”. Leia mais.
STF
Também no Painel da FOLHA, nota afirma que, “além da amizade com Jacinto Coutinho, que atua nas defesas de José Carlos Bumlai e da OAS, outro motivo deve levar o ministro do STF Edson Fachin a não julgar o caso do pecuarista: há parentesco entre Ricardo Rachid, seu juiz auxiliar, e o criminalista”.

(Fonte: Jota)

Categoria: